Justiça Eleitoral indefere candidatura do PSDB que substituiria Ivon de Souza em Palhoça

125
0
Share:

A juíza da 24º Zona Eleitoral de Palhoça, Daniela Vieira Soares, indeferiu o pedido de registro de candidatura de Newton José Schwinden Filho e Rodrigo Silas de Souza, escolhidos pelo PSDB para substituir o atual, Ivon de Souza. Com isso, Ivon passa a ser o candidato oficial do partido até que o recurso impetrado por seus advogados, que pede o deferimento da candidatura, seja julgado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O candidato a prefeito Newton José Schwinden afirmou que vai recorrer da decisão. O advogado do PSDB prepara um recurso para garantir a candidatura em substituição a Ivon.

De acordo com a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina – TRE-SC, cabe recurso à decisão, porém conforme fica expresso no acórdão, o próprio tribunal informou que “a substituição, com efeito, restou autorizada à coligação, não a uma das agremiações componentes, isoladamente”, tendo em vista que o PSDB ingressou na campanha com outros oito partidos. Portanto, a substituição dependia de uma ação conjunta com todos os partidos, o que segundo ressalta no acórdão, não aconteceu.
De acordo com o candidato, a decisão foi a somente a primeira vitória. “Dia 7 teremos a vitória definitiva do povo palhocense”, comemorou Ivon, bastante emocionado. Além disso, o candidato fez questão de ressaltar que todo o problema e pressão sofrida desde o início da campanha eleitoral foi obra de uma pessoa, e não do partido como um todo. “Foi uma tentativa do Caco (presidente do PSDB) de barrar nossa candidatura, por medo da mudança. Porém a decisão da juíza prova a legitimidade da nossa candidatura”, afirmou ele.
Entenda o caso
Carlos Alberto Fernandes Júnior foi eleito presidente do PSDB na convenção municipal, em dezembro de 2011. Meses depois Ivon de Souza e o atual vice-prefeito de Palhoça, Valmir Schiwinden teriam pedido a dissolução da presidência junto à Executiva Estadual do partido. Por meios administrativos Carlos voltou ao cargo. Mas, um segundo pedido para sua saída teria sido feito através de documentos enviados à Executiva novamente por Ivon de Souza e Valmir, vice na chapa.
No dia 17 de junho, em convenção, o partido homologou a candidatura de Ivon. Porém, após liminar impetrada pelo presidente municipal do PSDB, Carlos Alberto Fernandes Júnior, sob alegação de que houve intervenção da Executiva Estadual na indicação de Ivon de Souza, a juíza substituta, Cintia Werlang, da 1ª Vara Cível de Palhoça, deferiu o pedido.
No dia 30 de junho, para tentar solucionar o problema, Carlos convocou uma nova convenção do partido. Porém, após recebimento de um fax do Diretório Nacional, que segundo o presidente impôs a candidatura de Ivon, o nome do policial foi mantido.
No fim de setembro, representantes do PSDB de Palhoça deram entrada no pedido de registro de candidatura de Newton José Schwinden Filho e Rodrigo Silas de Souza, escolhidos pelo PSDB para substituir o atual, Ivon de Souza.
Fonte: ND SC
Share:

Deixe o seu comentário